domingo, setembro 10, 2006

LAMENTÁVEL PERDA PARA O ESPORTE!

Não conheci o piloto Rony Camurça, mas infelizmente estava no momento em que ele sofreu o trágico acidente fazendo o que gostava, pilotando sua moto. Como jornalista estamos prontos para esses tipos de coisas, mas confesso que é uma barra, mesmo testemunhando um drama de um desconhecido, mas sabemos que ele tem seus entes queridos que neste momento estão passando pelo momento difícil.
Registrei momentos tristes do esporte e desde já deixo meus sinceros votos de pêsames a família e principalente ao Fabrício, primo do Rony, que me ligou pra a confirmação da triste notícia. Rony tinha 31 anos, pai e sobrinho do candidato ao governo Carlinhos Camurça, que recentemente perdeu outro sobrinho em um acidente de lancha.

Domingo de tarde, com chuva, bom público e na primeira volta da primeira bateria MX3, acontece o inseperado.

Na primeira volta após o salto da segunda mesa (rampa) acontece o acidente. Eu estava do outro lado dos camarotes e vi na expressão do amigo Pinduca, de Ouro Preto, que corria para o local, a gravidade do ocorrido. Saí em disparada, ao lado de Alex Testoni e ao chegar, fiz essas fotos. Confira o pronto atendimento do Corpo de Bombeiros.

Minutos após o anuncio que ninguém queria ouvir!

Desolação Total para todos os presentes!

Tive informações que Rony estava feliz por estar de moto nova. Essa é a moto após o acidente.

As informações ainda são desencontradas. As causas da morte já têm várias versões. Testemunhas dizem que o piloto ao subir a rampa jã estava caindo, como se tivesse desmaiado em pleno ar e aí, caído da forma em que caiu. Outros dizem que o tombo foi o motivo. Ficamos na expectativa do laudo médico do hospital Cândido Rondon e o pronunciamento do presidente da Federação que não gravou entrevista após o acidente.

A prova foi encerrada após o comunicado e os pilotos fizeram uma prece no parque fechado.

Pêsames a Família!

7 comentários:

Paulo Andreoli disse...

Obrigado da colaboração. Também lamento o ocorrido. Corri durante 10 anos. Nunca tinha visto situação semelhante. Estamos a disposição. Paulo Andreoli

Joao Carlos de Andrade Filho disse...

eu conheciua o Rony e digo é uma perda grande não só para o esporte mas para toda sociedade e amigos pois era um cara sempre alegre e pronto para ajudar os amigos!!!
fica com Deus e descanse em paz meu amigo

Anônimo disse...

Santiago, parabéns pela seriedade e sensibilidade da cobertura desse triste acontecimento. Conheci Rony na Academia J.Gomes de Jiu Jitsu, onde ele treinava. Posso dizer que ele estava num bom momento da sua vida e que já está fazendo falta.
Luiz Augusto de Freitas Guimarães
Psicólogo

Anônimo disse...

Sou de RO, e estou trabalhando em S. Luis, é muito triste o acontecido e meus sincero sentimento a família.

vanessa bianchini[acadêmica] disse...

Parabéns pelo blog ...

;**

cata disse...

Que tragédia.
Ai está mais uma vez a postura de um profissional de verdade. Por mais que doa, a notícia tem que ser dada.

Anônimo disse...

como e ruim perder um grande amigo cm Rony mas e ixo ai faz parte da vida. vamos em frete. Alisson pvh