quarta-feira, dezembro 31, 2008

ESTÁ CHEGANDO A HORA!!!

FELIZ ANO NOVO!!!

sábado, dezembro 27, 2008

JORNALISTAS TURISTAS - ANO III - Diário de bordo percorrendo o Brasil

Avenida do CPA com perimetral, ao fundo Centro de Cuiabá.

Eu vim, eu vim, eu vim... Eu vim de lá pra cá... Eu sou, eu sou, eu sou... Eu sou de Cuiabá! (Trecho de letra de Rasqueado Cuiabano)

CAPÍTULO 1 – De Ji-Paraná até Cuiabá

 

Começo a saga deste ano após o sucesso das edições desta coluna que a Folha de Rondônia proporciona aos seus leitores que saem de férias viajando pelos quatro cantos do Brasil. Espero que a maioria goste, já que algumas pessoas chegaram até a sofrer possessão do coisa-ruim ou ataques histéricos ao ler algo diferente no jornal. Não procurei saber o que foi apenas rezei pela recuperação.

Iniciamos a saga desta coluna em 2005/2006 fazendo o trecho: Ji-Paraná (RO) passando por Barra dos Garças (MT), Goiânia (GO), Brasília (DF), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro, Araruama, Búzios e Arraial do Cabo (RJ) e voltando por São Paulo (SP), Campo Grande (MS) e Cuiabá (MT).

Em 2006/2007 não viajei e não fizemos a coluna rodar. Em 2007/2008 voltamos com a segunda edição. Ji-paraná foi o princípio do trecho, passando por Cuiabá (MT), Campo Grande e Dourados (MS), Pedro Juan Caballero e Salto Del Guairá (Paraguai), Cascavel, Pato Branco e Palmas (PR), Treze Tílias, Videira, Curitibanos, até chegar a Balneário Camboriú e Itapema (SC). A volta foi por Curitiba e Campo Largo (PR), novamente no Paraguai, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso até Ji-Paraná.

Mas vamos aos temas desta temporada.

2008/2009

Este ano vamos inovar e ter a participação de amigos que estão viajando. Também registrarei as minhas andanças junto à colega jornalista e esposa Luciane Machado. Teremos notícias e fotos de Balneário Camboriú, onde a pergunta que não quer calar é sobre a enchente. A diferença de situações onde a tragédia esteve em destaque nos últimos dias ao lado de paisagens paradisíacas e de clima de festa total. Teremos também notícias e roteiros de botecos da capital mineira, além das maravilhas da Bahia.

Quem quiser participar, basta enviar o material e bater um papo comigo pelo MSN que será destaque desta coluna. Acesse: www.santiagoroajunior.blogspot.com e entre em contato pelo formulário interativo na página.

Ji-Paraná – Cuiabá: 1.234km

Começando a saga, vamos dar dicas pra quem vai dirigir até Cuiabá. Primeiro, o trajeto que fiz foi de forma diferente. A maioria das pessoas prefere sair ao amanhecer, para cumprir a média de 10 horas de viagem aproveitando ao máximo a luz do dia. Mas fui inventar moda e no último dia 17 resolvi sair as 14h45 de Ji-Paraná, para chegar ao final da tarde em Vilhena. Vamos ao trajeto!

Até Presidente Médici tudo tranqüilo com asfalto remendado e sem buracos. De Médici até o trevo de acesso para Rolim de Moura muita atenção com as irregularidades do asfalto. Do trevo até Cacoal tudo tranqüilo e a coisa vai bem até o Riozinho, onde se deve ter atenção aos quebra-molas. Até Pimenta Bueno asfalto bom e novamente atenção no trevo de acesso a Espigão do Oeste pelo movimento de carretas.

Chegamos a Pimenta Bueno e o cartão postal da cidade é a obra inacabada do viaduto. Tal obra chega a parecer o anel viário de Ji-Paraná e turista viajandão, pois para todos os casos ouvimos a frase: - Está saindo!

Até chegar a Vilhena mais asfalto bom, e no caminho um lugar que vale a pena dar uma paradinha para tirar fotos na Usina do Rio Vilela. Hora de abastecer e a dica é o Posto Catarinense. Tem bom restaurante e lojinha de conveniência. Mesmo tendo um preço alto de combustível em relação aos postos do Mato Grosso, o local compensa pelo atendimento e higiene. Ao passar a divisa do Estado, não fui parado pela PRF e nem pela fiscalização para ver se existe alguma irregularidade.

Mato Grosso

A partir de Vilhena mais asfalto bom até Comodoro. Atenção ao dirigir pelo fato da grande quantidade de animais mortos, na maioria Tatus. Outro importante detalhe para quem viaja a noite é a falta de pintura de faixas no asfalto.

Atenção redobrada ao conduzir seu veículo: Dependendo do consumo do seu carro é hora de pensar em mais um abastecimento. Chegando em Pontes e Lacerda a dica é o Posto Tuiuiú na saída da cidade. Ótimo atendimento, preço bom e restaurante com lojinha. Se o carro estiver econômico vale a pena esticar mais 90 quilômetros até o posto Pedro Neca. Muitos elogios ao estabelecimento segundo motoristas que conversamos nos postos de Vilhena e Pontes e Lacerda.

Ao sair de Pontes e Lacerda rumamos para Cáceres com ótimo asfalto. Atenção para as 12 pontes das Vazões do Rio Paraguai, garantia de boas fotos durante o dia com as famosas vitorias régias e a grande ponte que anuncia a chegada até Cáceres cruzando o Rio Paraguai. Chegando lá a dica para esticar as pernas é o posto Rio Paraguai que fica ao lado da BR. 

Ao partir de Cáceres muita atenção. O Guia 4 Rodas alerta que o trecho até o Posto 120 está ruim. Na verdade não está mais, pois a sinalização da Serra é boa e os buracos foram tapados. Vale o lembrete de conferir os freios e calibragem dos pneus, pois passar na Serra do Mangaval logo após sair de Cáceres é ação perigosa e sinuosa. Passando o Posto 120, prepare-se para alguns buracos na pista, passando a entrada de Poconé até chegar ao Trevo do Lagarto.

Foram 10 horas e 30 minutos ao volante e parando para abastecer e lanches rápidos com muita hidratação até estar em Várzea Grande (MT) ás 3h30 horário local. Em Mato Grosso adiante o relógio uma hora.  

Não posso perder

Paisagens belas ao caminho.

Usina do Rio Vilela

Usina da Real Norte (Pontes e Lacerda)

Rio Paraguai e Serra do Mangaval em Cáceres. 

Vantagens de dirigir a noite neste trecho com pouco movimento de carretas.

Não tem como fugir

Tatus e outros animais vivos e mortos na estrada.

Do grande número de carretas na estrada durante o dia.

Poucas opções de postos com banheiros limpos na estrada.

Se puder evite

Parar muito tempo em postos de Comodoro, Pontes e Lacerda e Cáceres.

Não dê bobeira mostrando dinheiro ou bagagem, mesmo que seja para dar uma arrumada no bagageiro.

Existe o temor pela proximidade com a fronteira boliviana sobre assaltos e roubos.

Igreja de São Benedito no centro de Cuiabá, local histórico de demonstração de fé ao Santo Negro realizado com devoção pelo povo cuiabano.

Próxima Etapa

Giro por Cuiabá – O retorno – Loucos ao volante.

BATENDO COLOCADO! Ultimo de 2008...

34 ANOS

Antes de tudo: Feliz Ano Novo a todos!!!

Amanhã, eu completo 34 anos bem vividos, curtidos, engordados e emagrecidos. Como este espaço é destinado ao esporte quero aproveitar para contar um pouco dos meus feitos em diversas modalidades.

Aos cinco anos meu pai colocou-me em uma escolinha, na época a posição era Centro Médio, ou seja, o Volante. Não deu certo, pois não entendia a tal obediência tática e é claro que corria como um condenado junto com meus coleguinhas formando um bolo de moleques brigando por uma bola em todas as partes do campo numa imensa bagunça.

Ao mudar junto com minha família para o Mato Grosso, especificamente na cidade de Lucas do Rio Verde (350 km de Cuiabá), enveredei para o Bicicross, como promotor e membro da diretoria do biciclube, onde desbancamos os feras de Sinop, Sorriso, Vera e Nova Mutum por mais de quatro anos consecutivos. Eu dava minhas pedaladas com minha Caloi Cruiser, saltava alguma besteirinha de Free Style, mas nunca encarei as BMX. Participei até de uma corrida onde ganhei a medalha de bronze. Havia três competidores e daí!

Morando numa cidade pequena, praticava a pesca nada esportiva, pois os peixes iam pra panela e um pouco de tiro... Isso mesmo, mas de carabina da pressão onde eu era o inferno dos calangos do meu quintal. Se enveredasse para a carreira militar seria com certeza um atirador de elite.

Mas o que rendeu alguma medalha por mérito foi no Karatê. Graças ao Sensey José de Arimatéia Franco, ao lado de sua então esposa “Maga”, comecei na nobre arte marcial Japonesa. Como o mundo é pequeno reencontrei meus mestres anos depois aqui em Ji-Paraná onde Maga e filhos arrebentam nos dojos do Brasil afora.

Mudei para Cuiabá, onde passei a treinar Karatê Tradicional com o Sensey José Humberto. Ali belisquei algumas medalhas em estaduais e fui parar na modalidade da moda dos anos 90, o Kick Boxing. Cheguei a vencer uma seletiva para o Brasileiro de 1993, mas um acidente de carro brecou meus interesses de atleta.

Com a vida na militância da imprensa desde jovem, passei a buscar novos horizontes dentro do esporte. Comecei narrando para a TV Rondon (Manchete), Futebol de Campo, Vôlei, Futsal, Handebol e matérias especiais de Judô, Karatê e Kick Boxing (Low Kicks, Semi Contact, Light Contact e Full Contact).

O esporte é uma paixão que trago de berço. Filho de ex-jogadora de basquete, eu não pode figurar na seleção juvenil do Paraná, por falta de dinheiro para comprar um par de tênis e de um ex-pugilista, armador de basquete e Centro Médio de futebol de campo, com lendárias partidas no Sudoeste do Paraná e região de São Miguel D’Oeste (SC), que atendia pela alcunha de “Paraguay”, vim ao mundo para enaltecer uma das ações que unem povos, raças por meio de um embate saudável (maioria das vezes) por meio das ações esportivas.

Obrigado pelos parabéns que estou recebendo durante toda a semana e espero viver muito para fazer mais pelo esporte, por meio do sacerdócio do jornalismo.

 

IONAY E JACKSON

Uma das duplas que o torcedor gosta de lembrar está de malas prontas para o Mato Grosso do Sul. O time em questão é o Naviraiense (MS). Logo teremos mais novidades da dupla de “Bons Baianos” que fizeram história no Ji-Paraná, antes da queda pra segundona. Sorte e força para os dois e em breve vamos acompanhar de forma mais efetiva a saga dos dois pelo Centro Oeste.

 

FICHA SUJA

Lendo o site Futebol do Norte, fiquei estarrecido com a ficha pessoal do novo técnico do time de Espigão do Oeste. Trata-se de Orlando Bianchini que tem duas passagens pela polícia em decorrência de relações com menores. O técnico também tem muita experiência como profissional do futebol. Um belo currículo, diga-se de passagem, e neste quesito Espigão deve ir bem aos gramados.

Mas em relação à vida pessoal, lamento que a notícia triste, medonha, repugnante e vergonhosa exista.

Queria que fosse mentira!

O espaço desta coluna está à disposição do técnico caso queira explicar tal história.

 

JI-PARANÁ

O jogador Ji-Paraná que está de férias no Coração de Rondônia anda quieto. O motivo pode ser a dispensa do elenco colorado. Tite, o técnico do time que desde Corinthians nem relacionava o jogador no Timão, cruzou o caminho do atleta novamente.

Ji-Paraná saiu do Inter junto com: Orozco, Zagueiro; Ângelo, Meia; Ricardo Lopes, Lateral; Daniel Carvalho, Atacante e Bustus, Lateral.

Agora é esperar o que o destino aguarda ao nosso atual representante no futebol da elite nacional. Boa Sorte Junior Ji-Paraná!

  

ABRAÇOS

Abro a lista de abraços Natalinos e de Réveillon com os amigos Armando Desessards, Toninho Castilhos e João Goulart. Gente de primeira qualidade.

Abraço para a autoridade maior do Vôlei Nacional, Prof. Luis Delmar “Duda” e Veridiama.

Abraço para a guerreira Seloi Totti e Sensey Paraná.

Abraço para Sensey José Arimatéia Franco (leiam seus livros!) e Maga.

Abraços aos Senseys Márcio Grosso e Agnaldo Souza.

Abraço para Ionay da Luz, Jackson e Pery Santana. Ananias, Vagner Leo, César Baiano, Miro “Kong”Bahia, Saulo “Cabra Homi”, Robert Guerreiro, Beto, Rocha, Júlio César, César “Matador”, Wanderson, Souza, Leivinha, Renato Tilão, Teco, Jean e o grande Simônio.

Abraço ao Mestre Fernando e seus maravilhosos Marinheiros e Marinheiras da Barca Santa Cruz. Ao pastor Paulo César. Aos Padres Gilvam de paróquia nova, lá em Couto Magalhães (MG) e Padre Lenildo, lá de Juína (MT). Esses são feras e todos te moral com o criador!

Acessem o Blog: www.santiagoroajunior.blogspot.com e leiam na Folha de Rondônia a volta da coluna “Jornalistas Turistas” também aos domingos.

quinta-feira, dezembro 25, 2008

FINAL DA ENQUETE!!! RESULTADO DO INTERNAUTA...

IDÉIA VÁLIDA, MAS LOCAL INADEQUADO __ 21%

UMA PRESEPADA... ___________________  18%

UM PERIGO. DEVE SER INTERDITADO! ____  13%

TÁ JÓIA... A CARA DO POVO!!! ___________ 13%

BÃO DEMAIS... A CARA DO ZÉ OTÔNIO ____ 10%

DE MAL GOSTO... UM HORROR! __________ 10%

SACANAGEM... CORTARAM A MANGUEIRA _    8%

LINDO DE VIVER! ____________________     2%

PREFIRO O LOCAL ANTIGO ____________     0%

PAPAI NOEL QUE SE CUIDE...

TIVEMOS UM NATAL MAGRO...
GRAÇAS A DEUS MELHOR QUE MUITOS IRMÃOS 
QUE SOFREM NESTE GLOBO TERRESTRE, 
MAS COMO FAZ PARTE DO SER HUMANO, 
SEMPRE RECLAMAMOS POR MOTIVOS FÚTEIS.

FINAL DE ANO DE DICICULDADES FINANCEIRAS
POR NÃO TER SIDO CUMPRIDO O PROMETIDO 
POR PARTE DE ALGUNS PARCEIROS PROFISSIONAIS...
MAS CREIO QUE A BONANÇA VENHA E EM DOSE DUPLA.

MAS COMO O SENTIMENTO DO NATAL AINDA ESTÁ AFLORADO...
LONGE DA FAMÍLIA...
LONDE DA MINHA FILHA...
PRESENTES PARA COMPRAR AINDA...
EU JURO!!!

SE EU VER O PAPAI NOEL... ELE QUE SE CUIDE!

domingo, dezembro 21, 2008

BATENDO COLOCADO!!!

DIRETO DE CUIABÁ

Preparando o material da terceira edição da saga “Jornalistas Turistas”, vim até Cuiabá e escrevo da bela e quente capital do Mato Grosso as novidades do esporte em todo o Centro-Oeste e Norte do Brasil, além de uns palpites no cenário mundial.

Aproveitei e comprei o presente de Natal de minha amada. Para quem está curioso, é a camisa oficial do Corinthians que em 2009 volta à elite do futebol. O amor nos faz até jogar dinheiro fora, mas fazer o que né? Mas vamos às notícias da semana.

 

RONALDO E A NOITE...

Em sua chegada ao Corinthians, Ronaldo prometeu ter uma vida de atleta e se dedicar integralmente ao clube. Essa está sendo a piada da semana. Segundo as fontes: “isso não quer dizer que ele terá de ficar longe da noite paulistana. Mas também não poderá abusar. Pelo menos é o que pensa o diretor de futebol, Mário Gobbi Filho. Mesmo sabendo do apreço do Fenômeno pela badalação, o clube garante que não fará marcação cerrada e que ele terá liberdade para aproveitar a capital paulista”. Isso é uma palhaçada sem tamanho, ou melhor, te tamanho e é GG.

 

VIII GP DE JERICOS

O GP de Jericos de Alto Paraíso está em clima de contagem regressiva. O evento que leva oficialmente o nome de “Corrida Nacional de Jericos Motorizados”, uma mutação de um veículo onde uma espécie de carro é produzida manualmente com motor estacionário e chassi de Jeep é usado na corrida. Só para lembrar o evento é alusiva a comemoração ao aniversário de emancipação política administrativa da cidade.

As oficinas de montagens que são os “boxes” oficiais dos bólidos já estão preparando as máquinas que farão a alegria da população da cidade e dos milhares de visitantes

 

VIII GP DE JERICOS - 2

A 8ª edição da corrida será pelo terceiro ano em uma área adquirida pela prefeitura, preparada especialmente para o evento. A festa que reúne gente de vários municípios de Rondônia e de várias partes do Brasil para prestigiar um evento que virou tradição entre os jeriqueiros de plantão. O esporte começou como uma brincadeira e hoje se tornou paixão. Aqui por esta coluna vamos passando o que nos chega de informação e confesso que farei de tudo para prestigiar ao vivo este show de velocidade e muita lama.

 

CICLISMO

Aos ciclistas de Rondônia que fizeram bonito em Manaus garantindo o segundo lugar na tradicional Corrida Ciclística Archer Pinto, que completou sua 49ª edição. Parabéns aos ciclistas: Euclicio Pacheco, de Vilhena que chegou na sexta posição; ao cliclista e capitão da equipe Rafael William que chegou em sétimo.

Mas a boa notícia é que na manhã de hoje, Rafael Willian, que foi o escolhido de Rondônia para integrar a seleção da região Norte de ciclismo que participará da Copa da República, no Rio de Janeiro, com transmissão ao vivo pelo Esporte Espetacular, da Rede Globo, a partir das 8 horas (horário de Rondônia). Nosso ciclista estará no pelotão dos melhores 90 ciclistas da América do Sul. Rafael William tem apoio dos amigos do MTB, de um advogado que prefere ficar no anonimato, Ciclo Kapital, APN Construção e Mega Nutri.

 

RONDÔNIA NO RALLY DAKAR

Pela primeira vez na historia do motociclismo brasileiro, um piloto da região amazônica foi credenciado a participar do maior desafio em duas rodas do planeta. O rondoniense João Tagino é o 11º brasileiro a disputar o Rally Dakar, em 2009 no trecho Argentina – Chile, integrando com mais três pilotos a equipe Brasil Motor Tour.

Com diversos títulos nacionais e internacionais, destacando-se o de campeão brasileiro 2007 de Rally categoria Marathon até 450cc, bicampeão do Rally Internacional Bolpebra Amazônia e 3º colocado no Rally Internacional dos Sertões, Tagino está apto a desafiar o temido Rally da Morte.

Boa sorte e o Estado todo está contigo na torcida... Espero que no apoio também! Quem quer apostar que se ele ganhar um troféu ou boa colocação vai ter gente dos poderes lá pra tirar a foto!

 

ABRAÇOS

Aos amigos que nos ouviram no programa Clube dos Esportes na Clube Cidade FM durante todo o ano. Agora de férias vamos carregar as pilhas para a temporada 2009.

Abraço fraterno com desejo de boa sorte aos amigos Armando Desessards, Toninho Castilhos e João Goulart agora no Brasil de Pelotas (RS).

Abraço para Sérgio Gaúcho, César Gozzi, Alan Arais Lopes e Neri Cezimbra!

Abraço aos amigos Cuiabanos, Dudu e Silvana, Laura e Antônio, Lucrecia, Lobão, Valtinho, Oliveira Jr e aos meu Gastro Dr. Maurélio, esse sim atende bem, é gente fina, é educado e não faz burradas.

Continues acessando o meu blog no www.santiagoroajunior.blogspot.com. 

NOVA CARA DO BLOG!!!

GRAÇAS AS SUAS SUGESTÕES, 
DEIXEI MEU LADO COLORADO UM POUCO DE LADO 
E MUDEI AS CORES DO BLOG 
PARA DEIXAR SUA LEITURA MAIS SUAVE!

CRISE MUNDIAL ATINGE TUDO E A TODOS!!!

PRA QUEM GOSTA DE CORRENTES NA INTERNET... INDICO ESSA!

segunda-feira, dezembro 15, 2008

DOMINGO QUE VEM TEM!!!


A PARTIR DO PRÓXIMO DOMINGO VOLTA A CENA A COLUNA:

JORNALISTAS TURISTAS - EDIÇÃO 2008/2009

PELO TERCEIR ANO CONSECUTIVO ESTE BLOG E A FOLHA DE RONDÔNIA PUBLICAM DICAS DE VIAGENS E AVENTURAS EM TEMPO DE FÉRIAS POR TODO O BRASIL. PARA ESTA TEMPORADA TEREMOS COMPANHEIROS DE LUTA QUE VÃO CONGAR SUAS AVENTURAS E DESVENTURAS POR TODOS OS CANTOS DO PAÍS E PRINCIPALEMENTE VAMOS ABORDAR OS POTENCIAIS DE RONDÔNIA!

AGUARDEM!!!

sábado, dezembro 13, 2008

BATENDO COLOCADO!!!

DEZEMBRO
Estamos no último mês do ano e as competições findando o calendário esportivo. Nisso tudo algumas pessoas podem pensar que as notícias vão acabar, mas isso é puro engano, pois começam as movimentações no mercado de jogadores, testes de Fórmula 1 e outras peripécias esportivas. Vamos à edição desta semana com emoções náuticas e outras novidades.

RONALDO É GAVIÃO
Pura ironia, pois o Ronaldo sendo gavião dificilmente alçaria vôo com sua protuberante barriga. Mas uma coisa ficou clara para a nação corintiana, ele se jogar é lucro, o que importa é o tanto de camisetas que serão vendidas nesta ação de marketing patrocinada em partes pela Nike. Confesso que torço pelo sucesso e reabilitação do fenômeno, e vamos ver no que é que vai dar.

CORRIDA DE RABETA
Tudo pronto para a 3ª Corrida de Motores Rabetas de Ji-Paraná. O evento terá início às 9 horas, na Rua Beira Rio, bairro Casa Preta, abaixo da ponte, e acontece sob a coordenação da associação dos Amigos Protetores dos Rios Urupá, Machado e Seus Afluentes (Aprunsa).
Sob coordenação de Luiz Manoel de Oliveira Mendes, presidente da Aprunsa esta edição contará também com uma apresentação de motores de Popa, já antecipando o que será a 1ª Corrida de Motores da categoria, que acontece em março, quando as águas do rio estarão num nível mais elevado, evitando danos nas hélices dos motores.

CORRIDA DE RABETA - 2
A programação para a 3ª Corrida de Motores de Rabeta, começa às 9 horas com a largada da categoria 5,5-HP. Na seqüência acontece a largada da categoria 6,5-HP, e por último a largada da categoria 9-HP, ambos por baterias. A expectativa é de que este ano o número de participantes seja superior ao evento do ano passado que registrou 37 barcos participando.
As inscrições podem feitas ainda hoje no local da prova. O valor das inscrições será de R$ 25,00 para pescador e de R$ 35,00 para os demais competidores.

JUNIOR JI-PARANÁ
Depois de ser lembrado na campanha da conquista do Mundial Interclubes no Japão, sagrando-se campeão do mundo em cima do Barcelona e ultimamente esquecido por Tite no Internacional, o jogador “Ji-Paraná” está de férias em sua cidade do coração.
Curtindo os amigos ele participa da Copa Folha atuando pelo time Curitiba Calçados/Passarinho Motos.

JUNIOR JI-PARANÁ – 2
Como não apareceu no colorado, surgiram especulações sobre sua ida para o futebol espanhol, junto com o goleiro já vendido Renan e atuando pelo Valencia (ESP). O destino seria o mesmo time. Outras conversar que surgiram seria a ida do atleta para o Olimpiakos (GRE), mas até agora ninguém fala nada e o jogador não comenta nada sobre sua possível saída do Inter. Para complicar a vida dele, Tite renovou seu contrato com o Colorado. Pelo jeito o comandante não é fã do jogador, pois desde a época de Corinthians, Ji-Paraná ficava encostado no time comandado por Tite.
MUDANÇAS NA F1
Segundo o site Terra, a partir de 2009 os motores deverão durar três Grandes Prêmios consecutivos e os pilotos não poderão utilizar mais de oito blocos de propulsão durante a temporada. Quatro estarão disponíveis para os treinos, o que soma 20 motores por escuderia. Eles estarão limitados a 18 mil rotações por minuto para aumentar sua vida útil. As medidas devem representar uma economia de 50% do orçamento por motor em relação à temporada passada.

MUDANÇAS NA F1 - 2
As equipes não poderão realizar treinos privados durante a temporada, com exceção das sessões de treinamentos livres que acontecem durante o fim de semana da corrida. Serão permitidos apenas os treinos de inverno, antes do início da temporada.
A FIA está realizando estudos de mercado para conhecer a aceitação de determinadas medidas, como substituir os pontos por medalhas ou modificar o formato das classificações.

ABRAÇOS!
Abraço aos amigos que se deleitam com essa coluna, em especial aos formandos de Jornalismo e Publicidade do Ceulji/Ulbra.
Em especial cumprimento nossa futura Bióloga Maíra e minha Fisioterapeuta Andressa Rulim que por meio de sua competência foi fundamental para que eu largasse das muletas após uma “Polineuropatia Axional”. Parabéns e boa sorte no mercado de trabalho.
Abraço para os vestibulandos que entram no semestre que vem na Ulbra nos cursos de Comunicação e que com certeza vão se dar bem na vida pela inteligente escolha! Um grande curso, numa instituição que é referência nacional, portanto alvo de gente incapaz que tenta desestruturar sua longa história de sucesso.
Aproveito aqui e abraço os avaliadores do MEC que saíram encantados com a estrutura e qualidade dos serviços do Ceulji/Ulbra na avaliação ocorrida nesta semana. Parabéns a todos!
Acessem: www.santiagoroajunior.blogspot.com e ouçam na www.clubecidadefm.com.br o programa Clube dos Esportes que entra de férias no final desta semana.
Interaja adicionando no seu MSN: clubedosesportes@hotmail.com ou no ORKUT: Clube dos Esportes.

segunda-feira, dezembro 08, 2008

VIVA O SÃO PAULO!


ANTES DO JOGO...

DEPOIS DO JOGO...

BATENDO COLOCADO

CAMPEÕES DE TUDO

Esta semana foi especial. A conquista inédita do Internacional, batendo o Estudiantes (ARG) de forma emocionante, com o talento de Nilmar foi algo de se lembrar ao longo das gerações. Reparem bem, o Inter venceu todos os campeonatos possíveis nas américas. Todos os campeonatos possíveis no Brasil como um time de elite. Venceu todos os campeonatos que um time das américas pode conquistar no mundo. Parabéns ao “Colorado” dos pampas pelo êxito e pela garra!

 

INTER EURO

Depois dessa conquista de vencer tudo que é possível, vem aí o projeto “Inter Euro”. Conversando com meus amigos colorados de Ji-Paraná, vamos elaborar uma carta, para que nosso time tenha uma espécie de Filiar em algum país da Europa, para buscar os títulos do Velho Mundo! Claro que é gozação da melhor qualidade, mas que seria lindo seria!

 

VESTIBULAR

Hoje é o dia do Vestibular da Ulbra. Agradeço aqui a todos os amigos leitores que encontramos em nossa divulgação por oito cidades. Parece que não, mas foram percorridos 950 quilômetros no Estado com palestras explicando as maravilhas da profissão de Jornalista e Publicitário. Para aumentar as chances de estudar num curso que é referencia nacional, o Prouni disponibiliza 15 vagas para o Curso de Jornalismo. Veja bem, esta é a chance de estudar num curso reconhecido, com uma das maiores Notas do Enade do Brasil e de graça! Corram atrás desta oportunidade de sucesso!

 

ACIJIP: TIMAÇO

A Associação Comercial e Industrial de Ji-Paraná (Acijip) renovou sua equipe, comissão técnica e atletas. A possa da nova Diretoria Executiva, Conselho Fiscal e Conselho Deliberativo na noite da última sexta-feira foi a prova que em time que está ganhando não se deve mexer. A grande novidade é a mudança de posições no comando deste time. Sai Miranda que vira Vice e entra Marcito na Presidência. Amparado por Charlos Hilgert e grande equipe para ajudar na busca incessante pelo progresso e qualidade de vida de Ji-Paraná. Marcito, parabéns e tens nosso apoio nessa jornada!

 

BRASILEIRÃO

Dando um giro rápido pelo Brasileirão:

Hoje temos a última rodada com muita emoção, pois saberemos se quem segura o caneco é o São Paulo ou o Grêmio. As perguntas pipocam como:

O Atlético MG fará o jogo ser uma canja de galo para o Grêmio?

O Goiás engrossará o licor de pequi para o São Paulo?

Vasco e Náutico vão pra segunda divisão?

O Furacão fará um ventinho em cima do Flamengo para dar a vaga da Libertadores ao colega Rubro Negro correndo risco de cair?

São muitas emoções encerrando a temporada 2009. É ver para crer!

 

A RODADA

Todos os jogos acontecem hoje, domingão e no mesmo horário: 15 horas em Rondônia.

Ilha do Retiro:  Sport x Coritiba

Maracanã: Fluminense x Ipatinga

Bezerrão: Goiás x São Paulo

Vila Belmiro: Santos x Náutico

Arena da Baixada: Atlético-PR x Flamengo

Olímpico: Grêmio x Atlético-MG

São Januário: Vasco x Vitória

Orlando Scarpelli: Figueirense x Internacional

Mineirão: Cruzeiro x Portuguesa

Palestra Itália: Palmeiras x Botafogo

 

HONDA SACANA

Alegando os problemas da crise mundial, a montadora japonesa Honda saiu de cena do Circo da Fórmula 1 de forma curiosa e esquisita. Isso fez com que o piloto Janson Button perdesse o emprego, fez com que Rubens Barrichello fosse jogado de lado de uma forma covarde e tirou as esperanças de Bruno Senna e Lucas Di Grassi em correr em 2009. Agora a escuderia está na banca de liquidação sendo vendida com um preço baixo. Tomara que comprem e que tornem numa equipe participativa a capenga Honda em seus anos de tentativas. A equipe Toyota também anunciou que passa por momentos de crise financeira, mas garantiu sua presença em 2009 na Fórmula 1.

 

ABRAÇOS!

Abraço aos amigos que se deleitam com essa coluna, em especial a querida amiga Marisa Linhares que na semana passada arrasou com a décima edição do Troféu Cacau de Ouro.

Abraço aqui também os colunistas sociais: Jusmar Lustosa, valeu pela mensagem de final de ano heim! Edna Okabayashi, super querida; Estephania Procópio, sempre atenciosa; e não posso esquecer do baluarte Tergon, valeu pelo carinho!

Abraço para o Palmeirense César Gozzi da Placar, ao Sr. Arnaldo Bianco pela inteligência e forma de tratar as pessoas, abraço também aos Vereadores Eleitos Nilton César e Wanderlei da Coopeji.

Acessem: www.santiagoroajunior.blogspot.com e ouçam na www.clubecidadefm.com.br o programa Clube dos Esportes. Interaja adicionando no seu MSN: clubedosesportes@hotmail.com ou no ORKUT: Clube dos Esportes.

quinta-feira, dezembro 04, 2008

INTER CAMPEÃO DE TUDO!!!


 FONTE: WWW.INTERNACIONAL.COM.BR - MARCELO CAMPOS

Uma hora e meia antes do jogo começar, o clima de decisão já tomava conta do Gigante do Beira-Rio. O ônibus do Inter estacionou na frente do vestiário e foi recebido com euforia pela torcida, que cantava forte, incentivando o grupo. No gramado, a banda Ataque Colorado tocava seu rock de incentivo ao Inter antes do jogo, agitando a galera no Beira-Rio.

O Inter teve dois desfalques: o zagueiro Índio, lesionado, e o volante Guiñazu, suspenso, ficaram de fora da grande final. Danny Morais e Andrezinho começaram o confronto em seus lugares.

O Inter foi a campo com Lauro; Bolívar, Danny Morais, Álvaro e Marcão; Edinho, Magrão, Andrezinho e D´Alessandro; Alex e Nilmar.

O Estudiantes começou com Andújar; Angeleri, Alayes, Desábato e Cellay; Braña, Ibérbia, Verón e Benitez; Boselli e Fernandez.

A torcida do Estudiantes veio em bom número ao Beira-Rio. Cerca de 2 mil argentinos assistiram à a grande final. Como eles têm as mesmas cores do Inter, a impressão que ficou é de um estádio inteiro com a mesma torcida.

O Internacional entrou em campo sob uma festa impressionante no Beira-Rio com centenas de sinalizadores vermelhos. A nuvem de fumaça lembrava a final da Copa Libertadores, quando o Inter bateu o São Paulo. O Gigante tremia com a força da massa colorada instantes antes do começo da decisão.

O jogo

A 1min, Benítez cobrou falta para a área e a zaga afastou bem de cabeça. Aos 2min, o Inter trocou boa seqüência de passes pela direita até a zaga argentina afastar com um chutão para fora do campo.

A esquematização tática do Inter no princípio de jogo era clara: uma linha de quatro zagueiros, uma segunda linha com três volantes, D´Alessandro na ligação e Nilmar e Alex mais à frente.

Aos 4min, Alex arrancou pelo meio, a zaga cortou, mas a bola sobrou para D´Alessandro, que entrou na área e concluiu por cima. O Inter chegou forte pela primeira vez.

Aos 6min, D´Alessandro fez jogada sensacional pela direita, arrancando, driblando dois jogadores e passando para Andrezinho, na entrada da área. O meia chutou forte no corpo da zaga. Aos 7min, Verón cobrou falta rapidamente para seu companheiro na área, mas Danny Morais fez grande corte e salvou.

Aos 9min, Angeleri tentou chutar de fora da área, mas a bola saiu pela lateral. O jogador argentino recebeu uma grande vaia. O Inter pressionava com a posse de bola ao redor da área do Estudiantes.

Aos 13min, Nilmar arrancou, passou por dois, passou também pelo zagueiro Alayes, que era o último homem e foi derrubado. O juiz Larrionda só deu o cartão amarelo. Um absurdo.

Andrezinho fazia bom trabalho de passes pelo meio-campo. D´Alessandro igualmente estava muito bem na armação e criação das jogadas. A principal iniciativa do time de La Plata era com o lateral-direito Angeleri, que apoiava a todo momento. Marcão marcava forte e impedindo os avanços do lateral.

Aos 22min,  Bolívar fez grande jogada pela direita, entrou na área, avançou até a linha de fundo e cruzou. A bola tocou no braço do zagueiro. Pênalti não marcado por Larrionda. Mais uma do uruguaio!!! Aos 24min, Alex cobrou falta para a área, mas Andújar defendeu bem. Aos 25min, Nilmar e Marcão fizeram boa jogada pela esquerda até o atacante entrar na área e cruzar rasteiro, mas o goleiro defendeu.

Aos 28min, D´Alessandro entrou a dribles na área, pela direita, e cruzou forte para Andújar fazer boa defesa. Aos 30min, cobrança ensaiada de escanteio: D´Alessandro tocou rápido para Alex que cruzou para Nilmar cabecear na trave!!!! O lance, porém, foi invalidado por impedimento.

Aos 32min,  Benitez cobrou falta para a área e saiu o gol, mas o juiz anulou por impedimento de dois jogadores na área. Aos 37min, Braña arriscou da intermediária, pegando rebote de primeira, e a bola saiu ao lado do gol. Aos 39min, Bolívar foi à linha de fundo, pela direita, e cruzou pra Nilmar cabecear ao lado do gol.

O Estudiantes avançou com força e tentou pressionar, mas a zaga cortou bem com Danny Morais. Aos 42min, D´Alessandro pegou a bola na área e recuou para Andrezinho, que chutou de primeira, a bola tocou na zaga e passou ao lado com perigo. Quase o gol colorado.

Aos 45min, D´Alessandro deu bom passe para Magrão, na entrada da área, girar de pé esquerdo ao lado do gol. Foi o último lance do primeiro tempo.

O Inter teve um bom primeiro tempo até os 30 minutos, marcando bem e atacando com qualidade. O Estudiantes só pressionou a partir dos 30 minutos em lances de bola parada, uma das especialidades do time argentino.

O Inter voltou com a mesma equipe para a etapa final.

O Inter começa fulminante. Aos 15seg, Nilmar deu grande passe para Andrezinho na entrada da área chutar na rede pelo lado de fora. Aos 5min, Alex cobrou falta, Desábato cortou mal, mas o goleiro Andújar saiu bem do gol e defendeu. Aos 6min, Nilmar recebeu na área e chutou ao lado do gol.

O jogo estava equilibrado e difícil. O Estudiantes procurava avançar mais, mas também deixava mais espaços para os contra-ataques.

Aos 18min, saiu Andrezinho, muito aplaudido, para a entrada de Gustavo Nery. No Estudiantes, saiu Ibérbia, lesionado, e entrou Perez.

Aos 20min,  Benítez cobrou falta para a área e Alayes chutou de primeira para fazer 1 a 0. Aos 22min, Benitez cobrou escanteio e Lauro saiu bem do gol.

Aos 24min,  Gustavo Nery arriscou de fora da área e Andrújar fez boa defesa. Aos 25min, Calderón entrou no lugar de Fernandez, no Estudiantes. Aos 27min, Braña arriscou de fora da área por cima.

O Inter tentava atacar, mas o Estudinates se fechava bem. Aos 33min, Taison entrou no lugar de Alex. Aos 37min, Edinho arriscou de fora da área e a bola saiu ao lado do gol.

Aos 44min, Verón deu grande passe para Angeleri, no bico da área. O lateral chutou forte e a bola passa perto. Que susto. Aos 45min, Nilmar ganhou na velocidade da zaga e foi derrubado, quando entrava na área. O juiz nada marcou!!!!

A derrota no tempo normal obrigou a realização da prorrogação para decidir o título. Foram dois tempos de 15 minutos.

Momentos antes do início do tempo extra, ss dois times ficaram reunidos no gramado, ouvindo as instruções dos dois técnicos. Em seguida, os ogadores colorados se reuniram no centro do gramado para as últimas instruções. A torcida empurrava o time.

Aos 2min da prorrogação, Taison fez boa jogada pela direita, entrando na área, correndo em cima da linha e cruzando para boa defesa de Andújar.

Aos 7min, saiu Verón para a entrada de Moreno y Fabianesi, na última mudança do time argentino. Aos 10min, a bola foi tocada para Nilmar na área, mas o atacante não conseguiu dominar a bola, e a zaga corta.

Aos 12min, O Inter quase chegou lá! Um bate e rebate incrível na área com vários chutes do Inter. A bola tocou na zaga, o goleiro fez grande defesa e a bola não entrou!

Aos 13min, Angeleri tocou para Calderon na área chutar e a bola tocar na zaga e ir para escanteio. Na seqüêcnia do lance, a zaga colorada afastou o perigo. Foi o último lance do primeiro tempo do tempo extra.

A 1min do segundo tempo da prorrogação, Sandro entrou no lugar de Magrão.

 O Inter pressionava com cruzamentos para a área. O Estudiantes afastava como podia e se segurava bem. Aos 6min, D´Alessandro fez boa jogada pela direita e cruzou pra Nilmar, mas Angeleri salvou na pequena área, para escanteio

Aos 8min, cobrança de escanteio para a área. Depois de um bate e rebate a bola sobrou para Nilmar chutar e fazer o gol!!!. 1 a0.

Aos 10min,  Benitez cobrou a falta para a área e Cellay cabeceou ao lado do gol.

O Beira-Rio estava uma loucura!!! O estádio inteiro de pé vaiando o time adversário, que tentava pressionar.

Aos 13min, os jogadores argentinos tentaram agredir Jorge Larrionda que expulsou o volante Braña e Boselli.

O Inter se segurou atrás e garantiu a conquista do título inédito. Festa generalizada no Gigante! O Inter conquista o último título que faltava na sua coleção. Ao lado do Boca Juniors, é o time que mais títulos internacionais venceu. É também o primeiro clube do Brasil a ser campeão da Copa Sul-Americana


.Internacional: Lauro; Bolívar, Danny Morais, Álvaro e Marcão; Edinho, Magrão (Sandro), Andrezinho (Gustavo Nery) e D´Alessandro; Alex (Taison) e Nilmar. Técnico: Tite.

Estudiantes: Andújar; Angeleri, Alayes, Desábato e Cellay; Braña, Ibérbia (Perez), Verón (Moreno y Fabianesi) e Benitez; Boselli e Fernandez (Calderon). Técnico: Leonardo Astrada.

Gols: Alayes (E), aos 20min do segundo tempo do tempo normal, Nilmar (I), aos 8min do segundo tempo da prorrogação.

Cartões amarelos: Alayes, Benitez, Braña (E), Magrão, D´Alessandro, Gustavo Nery, Lauro (I). Expulsões: Agenor (I, banco de reserva)), Braña, Boselli (E).

Público: 51.803 / Renda: R$ 1.043.995,00

Arbitragem: Jorge Larrionda, auxiliado por Pablo Fandiño e Wálter Rial (trio uruguaio).

Local: Beira-Rio, Porto Alegre.

sábado, novembro 29, 2008

BATENDO COLOCADO

SOS SANTA CATARINA!

Depois da última grande enchente em Santa Catarina, situação que o Brasil foi mobilizado para atender os irmãos que sofriam na ocasião, jamais pensaria em rever este filme.

Agora mais uma vez, nós que somos abençoados em morar numa terra tão boa e livre de catástrofes, temos que arregaçar as mangas e colaborar com as campanhas de doação para a reconstrução de casas e vidas.

Tenho um grande amigo que mora em Blumenau (SC), publicitário de primeira grandeza, que por meio de um recado no Orkut, passa sua ótica do drama vivido por estas pessoas que perderam tudo.

Leiam na íntegra:

 

Clay Schulze

“E ai brother, como estás?

Por aqui estamos em estado de calamidade, a cidade toda agora é considerada área de risco. Moramos num morro, aparentemente seguro, mas só por ser morro me preocupa, casa em cima, embaixo arvores na frente... O clima aqui está próximo ao de guerra.

Dê um lado gente saqueando, comerciantes se aproveitando do caos pra cobrar R$150,00 por um botijão de gás, de outro lado pessoas que perderam todos os bens materiais, familiares e ainda tem força para ajudar os outros.

A força dessa gente me impressiona.

Rapidinho eles estão plantando flores no jardim de casa...”.

 

Dá para sentir que não há acomodação e que existe um problema que nós podemos ajudar. Vamos prestar atenção nas campanhas sérias e ajudar o povo de Santa Catarina.

 

COPA DOS CAMPEÕES

Vem aí a Copa dos Campeões das Ligas de Ji-Paraná. É o seguinte: O Campeão e Vice-Campeão da Liga de Futebol Amador de Ji-Paraná, juntamente com o Campeão da Categoria Titular e Campeão da Categoria Aspirante da Liga Independente de Futebol Jiparananense vão se enfrentar em campo.

Os jogos acontecem nos próximos dias: 7, 14 e 21 de dezembro.

 

COPA DOS CAMPEÕES - 2

As equipes participantes são: Aqui Agora/Passarinho Motos e São Bernardo (Campeão e Vice do Campeonato Municipal) e Serra Azul e Nova Aliança (Campeão Titular e Campeão Aspirante respectivamente do Campeonato Rural).

Os times jogam entre si e as duas melhores equipes fazem a grande final no dia 21.

O palco dos jogos deverá ser o Estádio Biancão, mas existe grande movimentação para que os jogos aconteçam no Estádio Pedro Lira Pessoa “Vera Cruz”.

 

TIME DA IMPRENSA

Cadê o Time da Imprensa de Ji-Paraná? Parou de novo?

O questionamento surge dos cronistas e profissionais de Comunicação Social da cidade que reclamam de panela e inatividade da equipe que algumas vezes atuou com gente que não é da imprensa. Uma vergonha para a classe tão bem representada nos gramados da vida. O espaço está aberto para manifestações.

 

TIME DA IMPRENSA - 2

Outro Time de Imprensa que vem sendo considerado fogo de palha é o de Porto Velho. Fechado e lacrado num feudo ou panela da capital, jogam jovens sexagenários e barrigudos que alegam representar o futebol da comunicação do Estado.

Ora bolas... Vão catar coquinho na descida e cumpram o desafio que fizemos há muitos carnavais. Vamos jogar e quem perder paga o churrasco!

 

CAMISAS DO LOLÓ

Depois que virou notícia de rede nacional, com direito a “suíte”, ou seja, a repercussão da matéria no outro dia, o Cruzeiro de Loló volta a ser alvo de maldade. Vieram me dizer que as camisas doadas pelo primo rico de Minas Gerais, estão sendo vendidas a R$100,00 reais cada pelo presidente do time. Tentei entrar em contato com o cartola para saber sua versão, mas não o encontrei, nem por telefone. Será?

 

BRASILEIRÃO

Como é doloroso admitir que o São Paulo esteja com a mão na taça!

Mas por incrível que pareça... Na condição de bom “colorado”, confesso que torço até para o Grêmio tirar o time do “Casco Bipartido” da jogada.

Força Grêmio!

Força Fluminense!

No mais a emoção está no fim da tabela com a rodada de hoje. Façam suas apostas!

 

SULAMERICANA

Meu Inter só me enche de orgulho perante suas glórias. Na próxima quarta-feira vamos ao jogo de volta diante do Estudiantes (ARG), que mostrou um preparo físico capenga e um Veron velho. Mesmo assim jogamos na retranca e vamos cuidadosamente atuar na última partida, pois “argentinos” são “argentinos” em qualquer final.

Vamo Vamo Inter!

 

ABRAÇOS

Aos alunos do Ensino Médio da: Escola Migrante de Mirante da Serra; Escola Tubarão de Vale do Paraíso; Escolas Estaduais de Ouro Preto do Oeste; Escola Concórdia/Ulbra de Cacoal; Escola 15 de Novembro de Presidente Médici; Escola Capitão Sílvio, Cooped e Escola Plácido de Castro, todas de Jarú.

Estas escolas por meio de seus diretores e supervisores nos receberam com grande carinho durante a Caravana da Vitória dos Cursos de Jornalismo e Publicidade do Ceulji/Ulbra, na divulgação do Vestibular do próximo dia 7. Valeu mesmo!

Abraço para a galera das rádio Alternativa FM, Nova Jarú FM (Anysio) e FM do Povo (Élcio Moreira).

Abraço para Clemilson Rodrigues de Jarú, Mauro Usanovih de Vale do Paraíso, Ronivaldo e Ferreirinha de Ouro Preto do Oeste.

Abraço para o leitor Cláudio da Ceron, sempre atento!

Abraço para o perseverante Nunes do Sedel, que sempre desenvolveu um grande trabalho social com o futebol da garotada e que aniversariou ontem! Parabéns Nunes!

Acessem: www.santiagoroajunior.blogspot.com e ouçam o programa Clube dos Esportes de segunda á sábado (12 horas/13 horas) pela Clube Cidade FM - 93,7 MHz ou www.clubecidadefm.com.br.

terça-feira, novembro 25, 2008

ELE DÃO MOTIVO... FAZER O QUE!


DEPOIS DIZEM QUE EU PEGO NO PÉ DO  GRÊMIO...
MAS ELES DÃO MOTIVO!


FALANDO NISSO... 
A OBRA DE REFORMA DO CHIQUEIRÃO VAI DE VENTO EM POPA!


COMO AS FÉRIAS ESTÃO CHEGANDO, PRA QUEM FOR A PORTO ALEGRE, REPARE NA ENTRADA DA CIDADE ESSES FRONT-LIGHT


domingo, novembro 23, 2008

ERA MELHOR NÃO MEXER, MAS FUI PROVOCADO! HEHEHE

Fui desafiado a colocar um vídeo sobre a viagem do Inter para o México.

Atire a primeira pedra quem nunca escorou no onbro do colega de viagem ou coisa parecida. quando se trata de time de futebol, alguns casos são de irmandade, mas existem casos mais cabeludos que vamos tratar neste post.

Primeiro assista o vídeo do Inter e repare que o sono profundo de um jogador não assinala nenhum sinal de promiscuidade, até porque havia uma filmagem consentida da TV Globo.

Gremistas maldosos tentam apagar um episódio de 2002 com essa imagem postada no youtube e que foi ao ar na RBS.

Treine como a rotina deles, viagem para o México depois de uma jogo e fique acordado com postura "gaudéria"!

Mas não serei imparcial, pois mostrarei o vídeo. Nós colorados não tentamos encobrir e nem enganar niguém!

assista  e continue lendo este post.

video

Agora exercitando o Jornalismo neste blog que é opinativo, vou mostrar o outro lado da notícia, que não é feito na base de conjecturas ou achismo e muito menos foi tentado encobrir os fatos.

Lauro Quadros fala no programa Sala de Redação da Rádio Gaúcha sobre o fato ocorrido entre os jogadores Fábio Bilica e Capone na poltrona 36 do ônibus Trovão Azul do Grêmio na viagem de volta após a derrota para o Paraná, que praticamente decretou o rebaixamento tricolor em 2004.

http://www.youtube.com/watch?v=_Tmu07ve1Gw

"Apesar da absurda derrota de 1 a 0 para o Paraná, em Curitiba, em 6 de novembro, que afundou o time na lanterna do Brasileirão e, àquela altura, com apenas 1% de chances de escapar da segunda divisão, o clima foi de festa entre alguns jogadores na viagem de retorno.

Festa e promiscuidade.

Hélio Dourado, cuja declaração veiculada pela imprensa local pode ser ligada a fatos que vieram à luz no fim de 2004, o colocam como protagonista de um dos episódios mais espúrios de toda a história da decadência do Grêmio.

"Vi coisas que jamais pensei que veria. Esse cavalheiros não poderiam vestir a camisa do Grêmio, tiveram problemas de comportamento.

Não vou falar os nomes por respeito aos profissionais, não quero atrapalhar a carreira de ninguém"."

clica aqui:http://www.nosegunda.com.br/ http://dossiegremio.blogspot.com/

ou leia abaixo:

 

(LEIAM VALE A PENA)

 

A POLTRONA 36

 

O ápice do desgoverno tricolor foi a permissividade sobre a indisciplina no futebol do Grêmio, só para ver que, nesse sentido, todos os clubes caem por conta disso.

Apesar da absurda derrota de 1 a 0 para o Paraná, em Curitiba, em 6 de novembro, que afundou o time na lanterna do Brasileirão e, àquela altura, com apenas 1% de chances de escapar da segunda divisão, o clima foi de festa entre alguns jogadores na viagem de retorno.

Festa e promiscuidade. Hélio Dourado, cuja declaração veiculada pela imprensa local pode ser ligada a fatos que vieram à luz no fim de 2004, o colocam como protagonista de um dos episódios mais espúrios de toda a história da decadência do Grêmio.

"Vi coisas que jamais pensei que veria. Esse cavalheiros não poderiam vestir a camisa do Grêmio, tiveram problemas de comportamento. Não vou falar os nomes por respeito aos profissionais, não quero atrapalhar a carreira de ninguém".

 

Mesmo confidenciando os escândalos, nada impediu que um colunista da imprensa local revelasse o que se tornou notório após a posse do novo presidente do Grêmio, Paulo Odone (aliás, um dos nomes que fechou em torno de Obino como presidente, em 2002, segundo o site da Zero Hora).

Mesmo tentando evitar qualquer vazamento de informações, Dourado não disse os nomes dos atletas mais indisciplinados.

A espada de Dâmocles pendeu sobre a cabeça do ex-presidente depois que ele disse que jamais iria tolerar indisciplina em sua gestão. Não só tolerou, quanto permitiu que um jogador permenecesse como laranja podre no grupo. Ele é considerado um dos protagonistas de um dos maiores escândalos do ano de 2004. O fato de afirmar que viu coisas que jamais veria o tornou testemunha principal da vergonha e da promiscuidade gremista, que transformou o Trovão Azul num suave e lírico lupanar.

 

 

"FESTA NO APÊ"

 

O ex-dirigente apenas descreve episódios, como o ocorrido na volta, via rodoviária, de Curitiba, no ônibus do clube, o Trovão Azul, de dois andares. Segundo matéria do jornal Zero Hora, durante o jantar, um pequeno número de jogadores bebeu cerveja em um restaurante à beira da estrada.

No retorno ao ônibus, o andar de baixo do veículo - espaço com mesas para jogar cartas, aparelhos de som e TV - transformou-se em uma farra, enquanto integrantes da comissão técnica, dirigentes e a maioria dos atletas tentava descansar no andar de cima.

Outro episódio parecido aconteceu depois da goleada de 6 a 1 sobre a Ponte Preta, em Pelotas, em 13 de novembro. No caminho para Porto Alegre foi desencadeada, novamente no andar de baixo do ônibus, uma comemoração que teve até a dança funk "Egüinha Pocotó" e "Festa no Apê", do loser Latino.

A indisciplina acompanhou o Grêmio durante a temporada e se intensificou a partir da chegada de Dourado, em junho, junto com o técnico Plein.

O ex-vice de futebol preferiu trabalhar sozinho durante os últimos seis meses do ano, sem auxílio de um diretor, apenas com o superintendente Antônio Carlos Verardi.

Apesar de seu estilo enérgico e do discurso forte que deu no vestiário quando assumiu, dizendo que não aceitaria indisciplina, o dirigente teve problemas para controlar o grupo e até para se fazer respeitar.

 

A pior cena vista por certo dirigente ocorreu dentro do Trovão Azul.

Incomodado com o ruído provocado plos jogadores no andar de baixo, ele decidiu dormir no fundo do veículos, a fim de não ser incomodado pelo burburinho dos gremistas arruaceiros.

Ao chegar na poltrona 36, ele havia testemunhado uma cena de homossexualismo explícito ocorrida por dois jogadores do grupo, que se masturbavam mutuamente. Dois titulares da zaga gremista, hoje afastados.

 

Outro caso foi o de Felipe Melo é um exemplo dos problemas de mau comportamento de jogadores do Grêmio. O volante costumava cruzar por Dourado sem cumprimentá-lo, o que obrigou o dirigente a uma atitude extrema.

Em outubro, durante a concentração do Grêmio em Bento Gonçalves para o Gre-Nal do Estádio Olímpico, o vice de futebol chamou Felipe para uma conversa olho no olho no hall: "não preciso da tua amizade, mas não abro mão da educação. Sou teu chefe e tu tens que demonstrar um mínimo de civilidade. Tu vais me cumprimentar, sim - cobrou o dirigente".

Antes, em fins de setembro, os laterais Michel Bastos e Michel foram afastados depois de terem sido flagrados na concentração do Olímpico com bebida alcoólica.

Em novembro, foi a vez de Fábio Bilica ser demitido depois de discutir com o técnico Cláudio Duarte durante um treino. O zagueiro foi pivô de outra crise. Duas semanas antes de ser dispensado, faltou a um treino. Publicamente, a explicação oficial era a de que ele estava gripado. Na verdade, havia perdido o horário por causa de uma festa na noite anterior.

No rescaldo da orgia romana do Trovão Azul (hoje mais conhecido como "Transuruba"), na volta de Curitiba, o volante Cocito, que havia chegado trêbado em Porto Alegre, resolveu se esconder atrás de uma mochila para que os fotógrafos não flagrassem a sua ressaca, acabou envolvendo-se em um incidente na chegada ao estádio.

Irritado, o jogador foi tirar satisfação com um fotógrafo e só não partiu para a agressão física porque foi contido pelos seguranças. Mais tarde, tentou explicar a situação. “Eu estava todo descabelado, com a cara inchada (sic) da viagem de volta para Porto Alegre. Nunca fui de fugir de entrevista. Agora podem tirar a foto”, disse ele, despistando o bundalelê da madrugada.

Öbvio: a despeito do estado do seu cabelo, o bafo de bira não ia enganar os setoristas. se a imprensa contass tudo o que esses moços fizeram, certamente que teriam que jogar em outro planeta... 


video

veja isso agora:

 

Segue aqui o texto original do jornalista Adão Oliveira, do Jornal do Comércio do dia 30 de dezembro, que jogou a lama no ventilador azul. a maioria da imprensa não quis tocar no assunto, para não piorar o estado das coisas e não ser chamada de oportunista, marrom, vermelha, forma como os verdadeiros culpados do descenso (e de qualquer escândalo) preferem projetar a sua incompetência em repórteres. Na verdade, a imprensa foi muito indulgente com os deslizes do Grêmio. Alguém ainda vai contar toda a história, não apenas para o bem do Grêmio, mas para que todos os dirigentes e clubes aprendam o que é preciso fazer para cair para o inferno da segundona. Façam como Obino e seus asceclas. Enquanto Nero tocava a sua harpa dourada, o barco seguia rumo à segunda Divisão.

 

 

30/12/2004

A poltrona 36

 

"É impressionante a qualidade dos ônibus rodoviários fabricados no Brasil. Eles são desenvolvidos com a mais moderna tecnologia, para proporcionar aos passageiros o máximo espaço e conforto em viagens interestaduais.

As maiores empresas de ônibus do mundo possuem esses exemplares brasileiros que lhes oferece economia, resistência e o menor custo operacional possível.

Atentos a essas vantagens, também os clubes de futebol adquiriram ônibus. O Grêmio até se orgulha disso. O Trovão Azul, adquirido na gestão do presidente Guerreiro, é um espetáculo e permite, em viagens longas, que os craques gremistas descansem depois de um dura partida de futebol.

Esse ônibus, orgulho do ex-presidente Flávio Obino, possui dois andares. A parte de baixo, é dedicada ao entretenimento. Lá existe um bar, televisão, som e mesas de jogos. Os rapazes mais alegres preferem o andar de baixo. No andar de cima, viajam àqueles que querem descansar, relaxar, dormir.

Tudo estaria correto não fosse a utilização, por alguns jogadores, do andar de baixo do Trovão Azul, para promoverem uma verdadeira orgia. Isso foi visto pelo ex vice-presidente de futebol, Hélio Dourado. A festa teria ocorrido na volta de Curitiba.

No andar de baixo foi realizada uma farra, enquanto integrantes da comissão técnica, dirigentes e a maioria dos atletas tentava descansar no andar de cima.

Esse comportamento se repetiu na vinda de Pelotas, depois do jogo contra a Ponte Preta.

Nessa noite, no andar de baixo, os rapazes alegres até dançaram a Éguinha Pocotó.

O dr. Hélio Dourado, um gremista de história no clube, se diz chocado com o que viu: “Vi coisas que jamais pensei que veria. Esses cavalheiros, com graves problemas de comportamento, não podem vestir a camisa do Grêmio”, disse Dourado, um dos cardeais do clube.

O que teria visto Dourado para se dizer horrorizado com os fatos a ponto de fazer uma relatório apontando para Odone os indisciplinados do grupo?

Ao que se diz, não foi somente as farras ocorridas no andar de baixo do Trovão Azul, que deixaram o experiente dirigente indignado.

O pior teria ocorrido na poltrona 36.

O andar de cima do Trovão Azul possui dezenas de poltronas. A última, lá na parte traseira do ônibus é a poltrona de número 36. Não fosse se localizar praticamente em cima das rodas traseiras, a poltrona 36 seria igual as outras. Ela dispõe do mesmo conforto e até amacia os solavancos. Normalmente, os jogadores que querem descansar ficam bem distantes do fundo do ônibus. Lá, um mesmo grupo se aboleta no conforto das poltronas para jogar conversa fora. A conversa, quase sempre em tom mais alto, provoca gargalhadas homéricas. Quem quer silêncio, também não senta por lá.

Pois, foi na poltrona 36, no fundo do ônibus, que um dirigente teria visto uma cena que o teria escandalizado. Pelo menos era isso que se dizia na noite da posse de Paulo Odone, na presidência do Grêmio.

A bordo do Trovão Azul o time voltava de Curitiba. Um dirigente estava sentado nas poltronas localizadas na parte da frente do ônibus. Cansado, e sem conseguir conciliar o sono resolveu espichar as pernas. Ele se levanta e vai até o fundo do ônibus e vê uma cena que o deixou petrificado. Na poltrona 36, dois jogadores, desolados com a derrota ou alheios a ela, se consolavam. Escandalosamente.

Quem viu, viu! Quem não viu, ouviu.

À boca pequena!!!"