quinta-feira, março 05, 2009

VEC TERÁ JOGO DE VOLTA NA COPA DO BRASIL


FONTES: Assessoria - AAPP / NO LANCE NET / Eduardo Caldeira Vilhenaec.blogspot.com

 

Na noite da última quarta-feira, a Ponte Preta-SP esteve na cidade de Vilhena-RO, onde enfrentou o time da casa e venceu por 2 a 1. O placar começou desfavorável à Macaca, quando aos 11 minutos Sousa marcou de cabeça. A Macaca empatou aos 19 minutos com Márcio Mexerica e virou com Danilo Neco aos 10 minutos da segunda etapa. 


Como a vitória não foi por dois gols de diferença, há a necessidade da partida de volta para saber quem irá para a fase seguinte da competição nacional. O reencontro entre a Macaca e o Lobo do Serrado será no dia 18, dessa vez no Majestoso. Já o próximo compromisso do time de Campinas será domingo, contra a Portuguesa pelo Paulistão.

O jogo

O status de principal acontecimento da cidade fez com que o time do Vilhena entrasse em campo com muita garra e vontade para construir um bom resultado. E foi dessa forma que Sousa abriu o placar logo aos 11 minutos. Após cobrança de falta, o atacante cabeceou no canto, sem chances de defesa para o goleiro Aranha.

A Ponte sentiu o ritmo forte e respondeu aos 19 minutos, quando Márcio Mexerica marcou. A jogada começou com Danilo Neco, que correu pela linha de fundo pelo lado direito. O cruzamento do atacante tinha endereço certo. Na segunda trave, Mexerica cabeceou firme para o gol e fez o seu segundo na temporada.

Aos 23 minutos, a Macaca avançou e quase ampliou. Alessandro correu pela esquerda e cruzou para Mexerica. Na marcação do atacante da Ponte estava Rocha, que ao tirar quase marcou contra.

O Vilhena tentou alguns lances nos chutes de fora da área, mas todos sem sucesso. Já a Ponte chegou novamente com perigo aos 33 minutos. Danilo Neco tabelou com Leandrinho e a bola sobrou para Nego, que entrou na área pelo lado direito. Na hora do chute, o lateral pegou mal na bola, que foi para fora.

O goleiro Aranha foi exigido por duas vezes no final da primeira etapa. Na volta para o segundo tempo, o técnico Sérgio Soares realizou uma alteração: retirou Leandrinho para a entrada de Leandrinho Costa. Nas palavras do treinador, “o time necessitava de mais movimentação”, o que de fato ocorreu.

Na primeira jogada rápida, Danilo Neco chutou por cima do gol. O Lobo do Serrado também usava a velocidade em busca da vantagem. Mas foi a Macaca que desempatou o jogo aos 10 minutos. Neco tocou para Tinga e acompanhou a jogada ofensiva. O jovem volante viu a entrada de Neco na área e tocou. O artilheiro da Ponte na temporada com seis gols teve tranqüilidade para tirar do goleiro e marcar.

A Ponte chegou novamente em velocidade com Leandrinho Costa. O meia passou para Tinga que chutou com força, mas o goleiro Rocha estava bem posicionado e segurou em dois tempos.

O Vilhena tentou aos 27 minutos, quando Aranha fez uma defesa que impediu o gol de empate. Felipe na risca da área e tocou com força no gol. Aranha no reflexo tirou para escanteio.

Sérgio Soares fez suas duas últimas alterações: retirou Jean, lesionado, e Mexerica para as entradas de Marinho e Gustavo Savoia. 

O time da casa ainda tentou em duas oportunidades no final da partida, mas novamente foi barrado pelo talento do goleiro alvinegro, que garantiu o placar de 2 a 1. Agora a Ponte Preta volta a pensar no Paulistão, uma vez que neste domingo irá encarar a Portuguesa, no Canindé. Já pela Copa do Brasil, o reencontro com o Vilhena será no dia 18, no estádio Moisés Lucarelli.

 

 Ficha Técnica

Vilhena-RO 1 x 2 Ponte Preta


Local: Estádio Portal da Amazônia, em Vilhena-RO
Árbitro: Edilson Ramos da Mata-MT
Cartões amarelos: Tinga, Gum e Alessandro (Ponte Preta). Marcos e Souza (Vilhena).
Gols: Souza, aos 11'/1T (Vilhena). Márcio Mexerica, aos 20'/1T e Danilo Neco, aos 16'/2T (Ponte).

Vilhena
Rocha; Juninho, Mário, Felipe e Adelar (Evandro); Magrão, Marcos, Joel (Thiaguinho) e Marcelo Soares; Felipe (Edílson Pastor) e Souza.
Técnico: Ivair Cenci. 

Ponte Preta
Aranha; Nego, Jean (Marinho), Gum e Fabinho; Deda, Tinga, Kim e Leandrinho (Leandro Costa); Danilo Neco e Márcio Mexerica (Savoia).
Técnico: Sérgio Soares.



Um comentário:

Edu Caldeira disse...

Vamos torcer para O Vilhena no jogo de volta.
Obrigado pela participação no meu blog.